ENTENDA E VOTE

Reformar o Sistema de Previdência do Brasil é uma necessidade real para garantir o benefício para as futuras gerações e também para quem já é contemplado com a aposentadoria. Em muitos estados os aposentados já estão sofrendo com o atraso de salários, tendo em vista que alguns institutos estão saturados, com rombo nas contas da máquina pública.  Em 2016, o déficit da Previdência atingiu R$ 227 bilhões. Para 2017, a previsão é de que esse rombo chegue a R$ 263 bilhões. O projeto inicial da pasta previa uma economia de R$ 800 bilhões em 10 anos. Com as mudanças no texto original, a economia será de cerca de R$ 480 bilhões. Portanto, sabemos que a Reforma é necessária, mas queremos ouvir você sobre o que deve ou não ser modificado. Leia atentamente aos pontos e dê sua opinião sobre como devemos votar sobre essa Proposta de Emenda à Constituição (PEC).

Na sua opinião, devemos votar a favor ou contra a reforma?

REGRA GERAL

Atualmente, existem duas modalidades de aposentadoria: a) por tempo de contribuição (35 anos para os homens e 30 anos para as mulheres); b) por idade 65 anos para os homens e 60 anos para as mulheres, com no mínimo 15 anos de contribuição).

REGRA DE CÁLCULO

No novo cálculo, o trabalhador do INSS que se aposentar com 15 anos de contribuição terá seu benefício reduzido em 40% em relação à aposentadoria integral, receberá 60% da média de todas as suas contribuições. 

TRABALHADORES RURAIS

O Governo desistiu das mudanças em relação ao trabalhador rural. A aposentadoria continua por idade aos 55 anos no caso das mulheres e aos 60 anos para os homens, e tempo mínimo de 15 anos de contribuição.

PENSÃO POR MORTE

A pensão por morte, que no ano de 2016, representou 24,4% dos benefícios pagos pelo INSS.

SERVIDORES PÚBLICOS

A regra para os servidores fica de 65 anos para homens e 62 para mulheres, com 25 anos de contribuição. O valor do benefício é de 70% da média salarial para quem contribuiu por 25 anos mais.

POLICIAIS FEDERAIS E LEGISLATIVOS

As categorias dos policiais federais e dos policiais legislativos terão idade mínima de 55 anos para se aposentarem

PROFESSORES

Os professores poderão se aposentar com 60 anos de idade, todavia, terão que cumprir 25 anos de contribuição ao INSS

BENEFÍCIO DE PRESTAÇÃO CONTINUADA

O Benefício da Prestação Continuada (BPC) continua vinculado ao salário mínimo. O Governo desistiu das mudanças.

REGRA DE TRANSIÇÃO

A partir de 2020, o limite de idade irá subir gradualmente. A cada dois anos, a idade mínima vai avançar dois anos. Essa evolução será mantida até chegar aos 65 anos. 

MILITARES

Os militares foram poupados das novas regras e ainda poderão acumular benefícios como aposentadoria e pensão por morte

POLÍTICOS

A reforma da previdência irá igualar as idades de aposentadoria dos deputados e senadores às dos trabalhadores comuns